fbpx

Blog Profuse

Dicionário da Pele

Você já deve ter ouvido falar, conhece alguém que tenha ou possui melasma, não é mesmo? Resumidamente, melasma é uma doença crônica que causa hiperpigmentação em algumas áreas da pele, especialmente as que sofrem exposição ao sol.

Por se tratar de uma pauta muito popular quando entramos no tema de cuidados com a pele, convidamos a Dra. Francine Papaiordanou e a influenciadora Agatha Braga para realizar um bate-papo em nosso perfil do Instagram. Elas dividiram muitas dicas de cuidados, precauções e tratamentos para o melasma ou marcas na pele e, como o papo foi muito interessante, resolvemos destacar algumas informações por aqui.

Vamos começar pelo questionamento mais recorrente:

Qual a prevenção para o surgimento do melasma e das marcas escurecidas?

Segundo a Dra. Francine Papaiordanou, o cuidado mais importante que devemos ter é o uso do protetor solar todos os dias – até mesmo dentro de casa, para protegermos a nossa pele não só dos raios UV, mas também da luz visível – aquela de tablets, computadores, celulares e televisão. Quem já possui melasma, a dica é usar protetor solar com cor, pois ele oferece uma proteção ainda mais eficaz. Ou seja, a pigmentação do produto não é apenas um benefício estético.

Como tratar o melasma?

O tratamento para essa doença é dividido em alguns pontos:

1º Proteção solar. Manter a pele, todos os dias, protegida contra os raios solares e a luz visível;

2º Produtos que contenham ação antioxidante. Essa ação, por possuir um efeito clareador, auxilia na redução das manchas;

3º Medicamentos ou dermocosméticos clareadores. Eles possuem componentes benéficos e específicos para esses casos;

4º Hidratação. O uso de hidratante, aliado ao clareador, é muito importante, pois uma pele mais hidratada se torna menos sensível e tolera melhor o tratamento, além de auxiliar a diminuir a inflamação no local.

Como evitar as marcas causadas pelas acnes?

O principal cuidado é tratar as espinhas assim que elas surgem. E, claro, não cutucar nem espremer a pele para evitar a formação de marcas ou cicatrizes. Também é importante utilizar o protetor solar frequentemente e optar por aqueles que são ideais para peles mistas, oleosas ou acneicas.

Quais os principais fatores que influenciam no surgimento de marcas escurecidas na virilha e axilas?

Um fator muito importante é o método usado para realizar a depilação, pois aqueles métodos mais agressivos ou que, de alguma maneira, machucam a pele, podem ajudar na formação das marcas escurecidas. Um outro fator é o atrito, por exemplo, quem usa calça jeans muito justa ou possui as coxas mais amplas pode ter um escurecimento mais intenso na região. O mesmo ocorre na região das axilas.

Para diminuir as marcas escurecidas, então, você pode optar por um método depilatório menos agressivo à pele e, se for necessário, realizar um tratamento clareador específico para as regiões afetadas.

banner_01

Um produto que foi muito mencionado durante a live é o Clair Concentré. Este produto reúne o poder da Vitamina C concentrada associada a potentes clareadores, como o Ácido Gálico estabilizado – um ativo inovador que possui dupla ação clareadora. Indicado especificamente para o rosto e região das axilas, Clair Concentré reduz as marcas escurecidas e as aproxima ao tom natural da pele, além de permitir o uso de maquiagem e desodorante após a aplicação. Mas lembre-se: seu uso deve estar sempre aliado ao protetor solar!

Se quiser assistir a esse bate-papo completo, ele está disponível no nosso IGTV. Clique aqui! E lembre-se: consultar o seu dermatologista é fundamental para a realização de um tratamento preciso e eficaz.

Ainda tem dúvidas sobre marcas escurecidas na pele? Já experimentou Clair Concentré? Conta para a gente aqui nos comentários!

Comments

Receba novidades profuse por e-mail