Imagem de ícone de menu hamburguer.
Imagem mostra o desenho de rosas em um fundo rosa.

Rosácea: saiba mais sobre esta doença da pele

Sabia que a estimativa de pessoas que sofrem com a rosácea no mundo é de 40 milhões? E o mais alarmante é que metade destas pessoas não faz ideia que possui esta doença dermatológica. Por isso, aumentar o conhecimento sobre a rosácea e os cuidados que podem melhorar os sintomas é fundamental para quem convive com a condição. 

Pensando em disseminar informações sobre a rosácea, conscientizar e encorajar a população a procurar ajuda dermatológica, a organização mundial Global Rosácea Coalition, apoiada pela National Rosacea Society, anunciou o primeiro Mês de Sensibilização da Rosácea, que será assinalado mundialmente durante este mês de abril. 

E nada melhor do que aproveitarmos este momento para reunirmos informações valiosíssimas sobre a doença por aqui. Vamos juntos entender mais a rosácea? 

O que é?  
A rosácea é uma doença crônica da pele bastante comum, principalmente na região da face, mas que ainda não se conhece uma cura definitiva.

Sintomas
Existem intensidades diferentes de rosácea. Algumas pessoas sentem apenas um calor na face e percebem uma vermelhidão transitória, que pode recorrer em situações como: estresse, mudanças bruscas de temperatura e após ingestão de bebidas alcoólicas, por exemplo.
Ao longo dos anos, vão aparecendo pequenos vasinhos (conhecidos como telangectasias) que, se não houver nenhum tipo de controle, tendem a piorar ao longo do tempo (aumento em quantidade e até espessura). Algumas pessoas possuem também lesões muito parecidas com acne, associado a todo esse quadro de vermelhidão. Em formas mais graves, a pele fica visivelmente mais grossa, podendo apresentar nódulos e, até mesmo, evoluir para a deformação de algumas regiões específicas, como nariz e queixo.
É mais comum ter a rosácea na pele do rosto, mas algumas pessoas possuem sintomas nos olhos, muito parecidos com uma conjuntivite.
 

 Imagem mostra diferentes tipos de rosácea em um rosto


Causas 
Há diversos fatores que podem estimular o aparecimento da rosácea, os mais comuns são: predisposição genética, alterações emocionais e hormonais, mudanças bruscas de temperatura, exposição solar, uso de bebidas alcoólicas, medicamentos vasodilatadores ou fotossensibilizantes e a ingestão de alimentos muito quentes.

Tratamentos 
O tratamento é sempre indicado de acordo com o grau de evolução da doença com o objetivo de deter os sintomas e pode ser por via oral ou local. E, claro, o tratamento deve ser recomendado por um especialista. Então, nada de se automedicar, combinado?

Além de consultar o dermatologista, você pode tomar alguns cuidados como: 

- Evitar se expor ao sol e a mudanças bruscas de temperatura;
- Aplicar proteção solar todos dias e reaplicar a cada 2h;
- Não tomar banhos com água muito quente;
- Manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Através dessas dicas, entender e cuidar da sua pele será ainda mais prático. Além disso, no nosso perfil do Instagram, você encontra um live incrível sobre Rosácea e Estresse da pele, com a dermatologista Dra. Lilia Guadanhim e a influenciadora Thaís Marques do @coisasdediva, clique aqui e acesse!

Lembre-se: consultar o seu dermatologista é essencial. 

Posts relacionados

Fechar
Atenção

Atualização da Política de Privacidade

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

Coleta de informações

Coleta de Informações:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunição.

Segurança

Segurança:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

Canal de comunicação

Canal de Comunicação:

Se tiver dúvidas, quiser exercer alguns de seus direitos como titular de dados ou entrar em contato com nosso encarregado de proteção dos dados, envie um e-mail para:

encarregadoprivacidade@ache.com.br Política de Privacidade