Imagem de ícone de menu hamburguer.
10 dicas para uma alimentação saudável

10 dicas para uma alimentação saudável

O Ministério da Saúde elaborou um guia alimentar para a população brasileira que apresenta informações e recomendações sobre alimentação, a fim de promover a saúde de pessoas e famílias como um todo. Pensando nisso, a Dra. Carla Cotta, Nutricionista Funcional, indica 10 passos desse guia para você elaborar um cardápio semanal e ter uma alimentação saudável. Escolha aqueles que podem trazer variedade e mudança de qualidade na alimentação do seu dia a dia e de toda a sua família.

 

1. Faça de alimentos in natura ou minimamente processados a base da sua alimentação. Estes alimentos são a base ideal para uma alimentação balanceada, saborosa e sustentável. Aposte em grãos, raízes, tubérculos, farinhas, legumes, verduras, frutas, castanhas, leite, ovos e carnes – e variedade dentro de cada tipo – feijão, arroz, milho, batata, mandioca, tomate, abóbora, laranja, banana, frango, peixes, etc.

 

2. Utilize óleos, gorduras, sal e açúcar em pequenas quantidades ao temperar e cozinhar alimentos. Utilizados com moderação, óleos, gorduras, sal e açúcar contribuem para diversificar e tornar mais saborosa a alimentação.

 

3. Limite o consumo de alimentos processados. Os ingredientes e métodos usados na fabricação de alimentos processados alteram de modo desfavorável a composição nutricional dos alimentos dos quais derivam.

 

4. Evite o consumo de alimentos ultraprocessados. Biscoitos recheados, “salgadinhos de pacote”, refrigerantes e “macarrão instantâneo” são nutricionalmente desbalanceados.

 

5. Coma com regularidade e atenção, em ambientes apropriados e, sempre que possível, com companhia. Procure fazer suas refeições em horários semelhantes todos os dias e evite “beliscar” nos intervalos entre as refeições. Coma sempre devagar e desfrute o que está comendo, sem se envolver em outra atividade. Sempre que possível coma em companhia, pois esse hábito favorece o aspecto emocional e ajuda na digestão.

 

6. Faça compras em locais que ofertem variedades de alimentos in natura ou minimamente processados. Procure fazer compras de alimentos em mercados e feiras livres, do seu bairro e prefira opções de feiras de bairro, orgânicas.

 

7. Desenvolva, exercite e partilhe habilidades culinárias. Se você tem habilidades culinárias, procure desenvolvê-las e partilhá-las. Se você não tem, procure adquiri-las. Pratique cozinhar para a família e trocar receitas práticas com amigos ou familiares. É possível fazer boa alimentação com receitas simples.

 

8. Planeje o uso do tempo para dar à alimentação o espaço que ela merece. Planeje as compras de alimentos, organize a despensa doméstica e defina com antecedência o cardápio da semana. Reavalie como você tem usado o seu tempo para a alimentação.

 

9. Dê preferência, quando fora de casa, a locais que servem refeições feitas na hora. Restaurantes de comida a quilo podem ser boas opções, assim como refeitórios que servem comida caseira em escolas ou no local de trabalho. Evite redes de fast-food.

 

10. Seja crítico quanto a informações, orientações e mensagens sobre alimentação veiculadas em propagandas comerciais. Avalie com crítica o que você lê, vê e ouve sobre alimentação. Leia atentamente e critique os rótulos do que você consome!

Posts relacionados

Fechar
Atenção

Atualização da Política de Privacidade

O Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A. se preocupa com a sua privacidade e quer que você esteja familiarizado com a forma como coletamos, utilizamos e divulgamos suas informações.

Coleta de informações
Coleta de Informações:

Alguns dados pessoais podem ser solicitados para que você se beneficie de nossos serviços ou programas. Sempre que obrigatório por Lei, seu consentimento será solicitado. Você também poderá exercer seus direitos em relação a seus dados por meio do nosso Canal de Comunição.

Segurança
Segurança:

Empregamos os melhores esforços para respeitar e proteger seus dados pessoais contra perda, roubo, vazamento ou qualquer modalidade de uso indevido, bem como contra acesso não autorizado, divulgação, alteração e destruição.

Canal de comunicação
Canal de Comunicação:

Se tiver dúvidas, quiser exercer alguns de seus direitos como titular de dados ou entrar em contato com nosso encarregado de proteção dos dados, envie um e-mail para:

[email protected]